terça-feira, 15 de dezembro de 2015

na manta da morte

Nosso elo fez-se como luz 
vontade divina 
os caminhos são nossos 
mas os erros são meus

Feridas da honra causei 

não há cura.

vou completar minha missão 
pegar a manta e descansar
não haverá nada além de ontem. 
não há hoje e não haverá amanhã. 
morte e abandono
na manta da morte

Nenhum comentário:

Postar um comentário