sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

“A democracia à beira do caos”



Excelente entrevista com o intelectual português Boaventura de Souza Santos no OUTRAS PALAVRAS. 

Ele alerta para a tensão entre os valores democráticos e a lógica de acumulação do capitalismo. 

Interessante a percepção dele de que depois da Segunda Guerra a disputa entre capitalismo e comunismo e o temor do avanço do comunismo nos países capitalistas, as democracias liberais fez concessões aos trabalhadores (os direitos trabalhistas e, em geral, os direitos econômicos e sociais) e permitiu a tributação progressiva (taxas de tributação mais altas para os mais ricos), mas agora com o desaparecimento do grande inimigo comunista no final da década de 1980 desapareceram também as concessões deste capitalismo com rosto humano. 



Fale-nos sobre o seu livro “A democracia à beira do caos”…
É uma tentativa de teorizar a crise da democracia no continente que se auto-denomina como o continente que inventou o ideal da democracia e o concretizou historicamente com mais consistência. A crise resulta em boa medida da contaminação da política democrática pelo neoliberalismo econômico que se traduz na crítica do Estado Social, na perda de direitos sociais e na privatização das políticas de saúde, educação e segurança social. Preocupa-me sobremaneira esta perda dos direitos fundamentais."

Nenhum comentário:

Postar um comentário