segunda-feira, 28 de outubro de 2013

uma história de horror

É comum ouvirmos que o século XX e este século XXI são uma época terrível. Mas tendo os "feitos humanos" como parâmetro o século XX não foi a época mais sangrenta.


Por que?

Bem, admite-se que as guerras fizerem 100 milhões de mortos. Vamos acrescentar outros 10 milhões nos gulags Russos e mais 20 milhões nos campos chineses... Chegamos a 130 a 140 milhões de mortos. Terrível, não?


Mas só no século XVI espanhóis e portugueses conseguiram, sem Câmara de gás, nem bombas, fazer desaparecer 150 milhões de índios na America-latina (não se pode esquecer o apoio e as bençãos da Igreja católica).

E holandeses, alemães, ingleses e americanos, inspirados pelos irmãos ibéricos, massacraram mais 50 milhões. Ou seja, 200 milhões de mortos e não há um mísero museu desse holocausto. 

Não vou contar agora os milhões de negros mortos pelo mercado de escravos e depois pelo colonialismo genocida, mas podemos afirmar que essa é a História do capitalismo, uma história de horror. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário