sábado, 16 de março de 2013

"A democracia não significa ... que o povo realmente governa"


Joseph Schumpeter (1883-1950), um dos mais influentes pensadores liberais, capitalista portanto, definiu bem a democracia existente no capitalismo, Para ele, "a democracia da teoria clássica não passa de uma utopia. Na prática, deve ser apenas um método de escolha entre candidatos pertencentes às elites. Ao povo caberia apenas o papel de votar, de tempos em tempos...", deixando aos figurões mais ilustrados das classes dominantes a participação política efetiva.

Nas palavras do próprio Schumpeter: "A democracia não significa e não pode significar que o povo realmente governa (...). A democracia significa apenas que o povo tem a oportunidade de aceitar ou recusar os homens que os governam". Schumpeter via o cidadão comum com um fantoche nas mãos da imprensa e da máquina de propaganda dos partidos "razoáveis", isto é, comprometidos com o capitalismo.

A competição política, segundo ele, deve ocorrer dentro de um "leque restrito de questões, de maneira a jamais colocar em jogo as estruturas da sociedade e os pontos de consenso entre as elites".

Nenhum comentário:

Postar um comentário