segunda-feira, 11 de junho de 2012

afeto possível



Não sei porque as pessoas não escrevem mais umas para as outras, não esses emails e mensagens apenas...

As pessoas não se visitam mais e, de uma maneira geral, vivem suas vidas de forma diferente daquela que eu imaginei.

A manifestação do afeto é coisa rara.

Acredito que somente é possível nos conhecermos em confronto com o outro (mesmo que esse confronto tenha inicio numa divergência).

Acredito que a nossa vida só tem sentido em razão do exercício possível e válido do afeto gratuito pelo outro.

Mas quem se importa com o que eu acredito?


2 comentários: