sexta-feira, 8 de junho de 2012

"Os nomes do amor". comentário

Acabei de assistir um belíssimo filme francês, o nome é OS NOMES DO AMOR do diretor Michel Leclerc. 


É apresentado como uma "comédia politicamente incorreta" mas é muito mais que isso, pois o amor e a comédia sustentam com inteligencia incomum uma temática dificil que é o preconceito em relaçã aos imigrantes na França, fato que se reproduz em todo o mundo. O filme venceu 2 Prêmios Cesar em 2011 (melhor atriz - Sara Forestier e Melhor Roteiro Oroginal) e participou ainda da Semaine de la Critique em Cannes. 






No filme Bahia Benmahmoud (Sara Forestier) é uma jovem tão comprometida com seus ideais que não se importa nem um pouco de transar com seus opositores, no intuito de convertê-los à sua visão ela se define como uma prostituta politica e costuma ser bem sucedida em suas investidas, até o dia em que conhece Arthur Martin, um quarentão discreto e infeliz, verdadeiramente infeliz.

O fato é que o que harmoniza o improvável casal são as suas diferenças estéticas e o que sustenta a relação é o amor e o respeito às diferenças, mas não um respeito silencioso, mas um respeito militante, ativo e honesto.

Vale a pena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário