segunda-feira, 11 de julho de 2011

sobre o caminho

Quando imaginávamos que tudo seria absolutamente perfeito, sem erros, sem pecados e sem dores não conheciamos o caminho. 




Já percorremos juntos uma boa parte dele e descobrimos juntos a imperfeição, o erro, o pecado e as dores, enfim: descobrimos a humanidade e, através dela, quem sabe possamos seguir de mãos dadas com sonhos ainda, mas humanos, fundamentalmente humanos, capazes de conhecer, compreender e seguir adiante motivados pelo amor maduro e fortalecido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário