domingo, 23 de maio de 2010

PELA VITÓRIA DE DILMA ROUSSEFF EM 2010.

Penso que um dos desafios do Governo Lula para atender às expectativas da população foi romper com as estruturas de poder internas (as quais se criaram desde os anos 1980 e que deslocaram o eixo de desenvolvimento da acumulação para o setor financeiro) e impulsionar o desenvolvimento econômico e social e, principalmente, a inclusão social.

Nessa época de grandes decisões Políticas vejo necessária a reflexão e o inafastável debate sobre aquilo que acredito ser inegável: as relações empresárias e as relações do setor empresarial com as estruturas de Estado e com o próprio mercado sofreram significativa alteração a partir da vitória de Lula em 2002.

Pois se o Governo Fernando Henrique Cardoso estava inserido num padrão tipicamente neoliberal de políticas públicas, onde o crescimento da dívida externa, a expansão acelerada da dívida pública, os expressivos déficits em conta corrente, as elevadas taxas de juros, a privatização (e o desmonte dos segmentos de maior valora agregado da indústria nacional, a desregulação do mercado de trabalho e abertura comercial e financeira acelerada através de políticas de valorização cambial (posteriormente revertido em cambio flutuante, que implicou na multiplicação das dívidas em dólar no PIB nacional), o Governo Lula por sua vez, enquadra-se, mais tipicamente em um padrão de terceira via (voltarei a escrever sobre esse assunto noutro momento, a “terceira via” foi objeto de estudo e alguns artigos meus entre os anos de 1998 e 2002), afinal voltou-se para a contenção dos desequilíbrios macroeconômicos gerados no governo anterior e procura substituir a agência colocando no centro da ação governamental a construção de ajustes que neutraliza-se a expansão dos desequilíbrios e políticas sociais de combate à fome, à pobreza, recuperação do setor industrial e o ativismo da política externa.

Penso que o Governo Lula teve sucesso, e por isso devemos refletir sobre os dados e os avanços inegáveis. Feita essa introdução vou postar outros artigos sobre aspectos que considero relevantes das políticas públicas implementadas pelo Governo Lula, seus avanças e a importância da vitória da visão de desenvolvimento econômico, tecnológico, mas com forte viés social e de minoração da pobreza, daí, na minha maneira de ver a necessidade da vitória de DILMA ROUSSEFF em 2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário