segunda-feira, 18 de maio de 2009

Gestos simples...


Uma amiga, com quem compartilhei capitulos fantásticos e essenciais da vida acadêmica (do pré-primário à 3a. série primária), generosamente ofereceu a mim e a tantos a oportunidade de relembrar fatos que estavam lá, meio esquecidos, inertes, aguardando um sopro de afeto para resurgirem fortes... O nome das professoras e dos amigos, fotografias "em preto e branco", coisas boas de lembrar.
Os amigos e amigas hoje são profissionais, mães, pais, maridos e mulheres, os quais - como eu de meia idade - tem um bom estoque de lembranças boas no coração e isso precisa ser compartilhado.
Gestos simples geralmente tem grande signficado quando contém afeto desinteressado.
É disso que a vida precisa: simplicidade e afeto.

Um comentário: