quarta-feira, 1 de abril de 2009

SOBRE PESSOAS (APARENTEMENTE) INTELIGENTES.


Não acredito que a inteligência de uma pessoa possa ser medida pelas suas boas notas. Conquistar boas notas não é sinal de inteligência socialmente válida.
Contam que nos anos 60 um jovem formou-se pela pela universidade de MICHIGAN, nos EUA. Ele era brilhante em matemática, especialmente em funções harmônicas.
Depois esse jovem foi professor em BERKELEY, todos diziam que tinha um grande potencial... A partir dai foi para MONTANA e "detonou" seus adversários...
O nome dele era TED KACZYNSKI*.
O que me leva a acreditar que inteligência é um outro valor...
________________________________________
*Dr. Theodore John Kaczynski (Chicago, 22 de Maio de 1942), mais conhecido como Unabomber, é um matemático norte-americano, escritor e activista político, condenado por terrorismo.
O Unabomber foi um brilhante matemático que abandonou a sua carreira na Universidade de Berkeley, e afastou-se da vida social moderna para viver como um
eremita numa cabana isolada, situada num espaço selvagem. Ele ficou famoso ao conseguir que o seu manifesto, intitulado “A sociedade industrial e o seu futuro”, fosse impresso através do Washington Post e New York Times, após vários anos de ataques a bombas por correio, maioritariamente a cientistas informáticos, geneticistas e outros tecnocratas de renome, também referidos, por entre aqueles que partilham a linha politica do Unabomber, como sendo os "arquitectos da Nova Ordem Mundial". A campanha deixou 22 pessoas feridas e 3 pessoas mortas.
Sob a ameaça de voltar a atacar e na esperança de que algum indício presente no estilo de escrita do autor pudesse conduzir à sua prisão, o manifesto foi impresso em
19 de Setembro de 1995 com o aval das autoridades. Nele, o Unabomber denuncia o desenvolvimento da sociedade industrial como sendo uma ameaça à liberdade humana e advoga que a acção imediata contra ela é necessária.
Acabou sendo preso em 1998, quando sua cabana foi transferida em um reboque para uma análise exaustiva, e diante das provas encontradas, foi finalmente acusado. O FBI chegou até ele pela delação do seu próprio irmão, que cobrou nada menos do que um milhão de dólares de recompensa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário